Blog Como abrir uma microfranquia sem dor de cabeça?
Microfranquia

Como abrir uma microfranquia sem dor de cabeça?

Ideal para quem quer empreender com pouco dinheiro, a microfranquia é um modelo de negócio que oferece diferentes atrativos. Além de permitir um investimento inicial de até R$ 90 mil, abre a possibilidade para quem quer trabalhar em home office. Tem interesse? Confira tudo o que você precisa saber sobre como abrir uma microfranquia no post de hoje.

O que você precisa saber

Antes de tomar a decisão de abrir uma microfranquia é importante lembrar que, como em todo tipo de negócio, também existem regras. Conheça as duas principais delas a seguir:

  • ter uma microfranquia é ser dono ou dona de sua unidade, mas responder para o franqueador (dono da rede de franquia);
  • assim como toda franquia é preciso respeitar normas para a padronização da rede.

Leia também: 7 bons motivos para investir em uma microfranquia digital

Como abrir uma microfranquia em 6 passos

1. Pesquise sobre as suas áreas de afinidade

Já ouviu a célebre frase do filósofo e pensador chinês Confúcio: “Escolhe um trabalho de que gostes e não terás que trabalhar nem um dia da sua vida”?

Identificar suas afinidades facilita a escolha da melhor microfranquia para as suas necessidades. Para isso, leve em consideração: a sua área de atuação, o que gosta de fazer e a sua experiência.

2. Busque informações sobre as microfranquias que atuam nos setores de sua preferência

Faça uma lista com as microfranquias que existem dentro da sua área de afinidade. Só não se esqueça de checar se estão associadas na Associação Brasileira de Franchising (ABF).  

Visite também o site de cada uma delas e suas páginas nas redes sociais para entender o grau de maturidade do negócio e até que ponto são bem avaliadas pelos clientes. 

3. Entre em contato com as microfranquias que chamarem a sua atenção 

Faça todas as perguntas necessárias para entender qual microfranquia se encaixa mais ao seu perfil. Para facilitar sua busca pela microfranquia ideal, veja abaixo alguns exemplos sobre o que pode perguntar: 

  • qual é o perfil profissional exigido?
  • e o investimento inicial?
  • consigo abrir uma microfranquia na minha região?
  • preciso ter um ponto comercial físico ou posso trabalhar em home office?
  • se precisar de ajuda ou tiver algum problema, quem devo contatar?
  • o que ganho ao abrir uma microfranquia com vocês? 

4. Reflita sobre a melhor opção para o seu momento atual de vida

O valor de investimento inicial cabe no seu bolso? Avalie a questão financeira para não comprometer o seu orçamento mensal com algo que pode virar uma bola de neve depois. Procure fazer uma autoavaliação também sobre a sua capacidade de gestão.

5. Faça a sua inscrição no processo seletivo quando sentir segurança

Evite agir por impulso. Toda microfranquia tem um processo seletivo para contratar novos franqueados. Neste processo está incluído o envio da Circular de Oferta de Franquia (COF) para cada candidato, um documento que reúne informações financeiras e os contatos dos franqueados atuais e antigos.

Aproveite o recebimento dessa lista para entrar em contato com franqueados e entender se realmente vale a pena abrir uma microfranquia nesta rede.

6. Agora é só torcer para que a sua candidatura seja aprovada

Aguarde o contato do franqueador para saber se você foi aprovado ou não no processo seletivo. Se a resposta for positiva, aproveite para se dedicar ao estudo do mercado e a se aperfeiçoar cada vez mais. Se for negativa, não desanime: podem existir outras microfranquias esperando por você.

Tem afinidade com a área imobiliária, de publicidade ou de vendas? Se já sabe como abrir uma microfranquia não deixe de conferir uma oportunidade de negócio de publicidade imobiliária. Uma tendência que veio para ficar!

Nenhum comentário
Seja o primeiro a escrever um!

Posts relacionados